O PARA É POP! Os Ianques, piratas!

O PAPA É POP!

(Os Ianques, piratas!)

 

Paparam as palavras do Papa.

Porém poucas para as potestades

Paternais, cujas privacidades

Permanecem nas paredes dos

Prédios do seu poder papal.

E o Papa, que é pop, poupou

Polemizar as peripécias piratas.

Postado perante o Pai e

Preluzido pelo paracleto,

Pediu paciência e piedade:

“Pobres pessoas  pecadoras.

Pai perdoa-as, porque pecaram

pela privação desse parlatório!”

 

Mote:

A NSA pode ter ouvido o futuro papa Francisco no período que antecedeu a sua eleição, em março.

Citando um documento, supostamente, fornecido por Edward Snowden, a revista Panorama alega que a NSA interceptou cerca de 46 milhões de chamadas telefônicas na Itália entre dezembro de 2012 e janeiro de 2013, entre elas as chamadas para e do Vaticano.  

A revista alega que a NSA interceptou as chamadas internas e externas da residência onde os cardeais permaneceram antes do conclave no qual o papa Francisco foi eleito e que as conversas dele podem ter sido monitoradas em seguida.

As chamadas do Vaticano estavam selecionadas para receberem tratamento especial por parte da agência de inteligência e foram classificadas em uma das seguintes categorias: intenções de liderança, ameaças ao sistema financeiro, política externa e direitos humanos.

A NSA negou veementemente o conteúdo da publicação e o Vaticano colocou, rapidamente, ‘panos quentes’ sobre a questão de espionagem.

O padre Federico Lombardi, o porta-voz do Vaticano, respondeu: “Não temos conhecimento de nada sobre esta questão e, em qualquer caso, não temos preocupações sobre o assunto.”

Mais: http://news.panorama.it/cronaca/papa-francesco-intercettato-ecco-come. Pesquisa em 02/11/2013

Anúncios

Sobre denivalfrancisco

Meu nome é Denival Francisco da Silva. Formado em direito pela PUC-GO e mestrado em direito pela UFPE. Juiz de direito e professor universitário. Poeta e cronista, às vezes. A angústia em conviver com tantas distorções sociais, indiferenças, injustiças, ofensas aos direitos fundamentais, desprezo ao semelhante, e tantas outras formas de indignidade, exige de todo aquele que se incomoda, um lugar de fala. E que bom será se esta fala puder ressoar e se abrir mundo afora. A internet propicia isso, e os blogs têm sido ferramentas extraordinárias para a verdadeira liberdade de expressão, onde cada um coloca em discussão seus temas prediletos. Não inovarei em nada. Com toda certeza outros o fazem melhor. E não ouso afirmar que minha fala, lançada neste espaço cibernético, vá percorrer fronteiras e atrair simpatizantes. Não tenho este poder e jamais esta pretensão. Quero mais a liberdade de expressão e a consciência bastante para enxergar, mesmo no obscurantismo, para não me aquietar diante de farsas. O título do blog – sedições – enseja de início a contraposição. Não significa, porém, que haja uma necessidade simples de divergir, de contrariar, de opor. Sedições, misturando suas letras, dá também decisões que aqui se propõe invertidas ao modo que se vê correntemente. O que pretendo é, não mais, desaguar as palavras que alvoroçam em mim, em burburinhos loucos para serem ouvidos, como quem vê, pensa, reflete e necessita replicar suas críticas e percepções. Espero que os visitantes compartilhem comigo críticas e discussões sobre política, sociedade, direitos humanos, justiça e um pouco de prosa e poemas. Sejam bem-vindos! Ver todos os artigos de denivalfrancisco

Os comentários estão desativados.